Tempestade e Bonança

21-07-2010 01:49

 


Era um barco

No meio do mar

Sem capitão ou guia

Vivia na tempestade

Bonança: longe de mim

Ondas em fúria

Água que inunda

O barco afunda

O barco afunda           

 

Mestre, acalma a tempestade

Com a Tua palavra, a Verdade

Quem é este que até

Os ventos e as águas Lhe obedecem?

Jesus, meu Mestre! Jesus

Jesus, meu Mestre! Jesus

 

Sou um barco

No meio do mar

Jesus tomou o leme.

Vivo na bonança

Fúria: longe de mim

Firme e seguro

A rota é certa

Jesus me leva

Jesus me leva           

 

Mestre, acaba a Tua obra

Com a Tua palavra, a Verdade

Quem é este que até

Os ventos e as águas Lhe obedecem?

Jesus, meu Mestre, Jesus

Jesus, meu Mestre, Jesus

 

1994 - Ana Ramalho (letra e música)