Seguros, no Caminho certo... (Buscai-me e vivei – parte 4)

15-11-2012 23:32

 

Há uma segurança eterna: estamos nas mãos de Deus. Como o pastor cuida das suas ovelhas, Deus cuida de nós.

O salmista diz no maior cântico registado na Bíblia “De todo o meu coração te busquei; não me deixes desviar dos teus mandamentos. Escondi a tua palavra no meu coração, para eu não pecar contra ti.” (Salmo 119:10-11, ARC)

O livro de Provérbios, “vizinho” de Salmos, avisa-nos repetidamente acerca da aparência e fragilidade dos planos humanos. Há caminhos que parecem bons mas têm um mau fim. Esse facto ocorre não apenas com as decisões triviais da vida, mas está interligado com todas as opções que tomamos no nosso caminho da vida.

Quando entrámos pelo caminho, Cristo, seguimos a verdade que nos dá a vida verdadeira – eterna e abundante. Mas é muito fácil nos desviarmos desse caminho santo. É muito fácil deixarmos de seguir Jesus e passarmos a seguir um outro Jesus mais segundo as nossas ideias ou conveniências.

Como manter-nos, então, no caminho de Deus? A verdadeira sabedoria para viver e andar nesse trilho está na Palavra de Deus.

É preciso amar a Palavra de Deus tanto como a Sua presença. Não “idolatrar” a Bíblia como objeto sagrado, mas respeitar amorosamente o que Deus deseja transmitir através dela para nosso ensino, consolo, transformação e crescimento.

A oração por si só sem a Palavra é “coxa”. O mesmo acontece à Palavra sem a oração. Só quando desejamos de todo o coração conhecer Deus, pela Palavra e pela oração, temos as condições para fugirmos do mal, resistirmos às tentações. Sem uma intimidade com Deus e a Sua Palavra, cedo outras “Palavras” e relacionamentos vão dominar o nosso mundo e, por consequência, as nossas ações.

Como está a minha “dieta espiritual”? Onde, quando e como me estou a alimentar? Que saciemos a nossa sede aos pés de Jesus, e a nossa fome no banquete da Palavra de Deus, que o Espírito Santo torna viva e eficaz para operar em nós e alimentar outros, através de nós.